Graymails, saiba o que são e como evitá-los



O termo graymail foi criado pela Microsoft em meados de 2011, ao introduzir métodos novos de filtragem de e-mails. Este termo surgiu para definir os tipos de e-mails indesejados, mas que não são classificados como spam.

Em outras palavras, o graymail é uma mensagem que algumas pessoas consideram spam porém outras consideram um e-mail importante. Os graymails geralmente são compostos de newsletters, boletins informativos, ofertas diversas, e-mails comerciais, notificações de redes sociais, dentre outros tipos de mensagens, que um dia foram solicitadas pelo usuário mas que acabaram tornando-se desinteressantes.


Gráfico Graymail Microsoft

A questão é, como articular suas ações de e-mail marketing para que não caiam na categoria de graymail?

Com as dicas a seguir é possível minimizar este problema.

Relevância

A diferença entre graymail e spam é que no caso do graymail o usuário se inscreveu para receber e-mails em um dado momento porém posteriormente caiu no desinteresse do conteúdo das mensagens, ao tempo em que o usuário não se descadastra da lista para não receber mais tais mensagens. Já o spam é o e-mail para o qual o usuário jamais se inscreveu e que gostaria de não receber as mensagens consideradas spam automaticamente.

Portanto, é fundamental buscar ser relevante e chamar a atenção do destinatário para não tornar sua campanha um graymail.

Conheça sua base de contatos

Crie réguas de relacionamento, conheça a fundo o seu mailing. Ao disparar newsletters, tenha periodicidade e analise as interações entre o destinatário e as mensagens. Se desejar enviar campanhas promocionais, defina regras de envio, como por exemplo, e-mails de "sentimos sua falta" para aqueles que não interagem há mais de três meses.

Conhecer muito bem a sua base de contatos e procurar formas diferentes de chamar a atenção é muito importante para se diferenciar dos graymails.

Fale com o usuário

Em vez de enviar constantes mensagens de promoções, correndo o risco de ser visto como um graymail, aborde o destinatário como se ele fosse único, indague sobre seus anseios, como e sob quais formas ele prefere receber suas mensagens.

Ofereça opções para o usuário selecionar a forma como deseja interagir com suas campanhas de e-mail, criando, dessa forma, uma relação natural e eficiente.




Links relacionados:

Newsletter

Inscreva-se para receber notícias e artigos sobre e-mail marketing.


* Nome
* E-mail

Twitter