Blacklists, o que são e como evitar



Blacklists Email Marketing

Blacklists são listas que reúnem e-mails, domínios ou endereços de IP que foram denunciados como disseminadores de spam na internet. Elas são utilizadas por alguns provedores de e-mail como fonte de pesquisa para evitar a chegada de mensagens de remetentes indesejados na caixa de entrada. Quando um e-mail, domínio ou IP de envio consta nestas listas, o provedor pode recusar-se a receber as mensagens deste determinado remetente por não considerá-lo confiável.

Entre as causas mais comuns de cair em blacklists estão os spamtraps e as denúncias feitas por meio de notificações. Para tal, é identificado a origem do spam e apresentado provas do ocorrido. As provas para notificação se baseiam, normalmente, apenas nas informações contidas nos cabeçalhos das mensagens não-solicitadas que são recebidas.

Abaixo estão listadas as principais causas de ser incluído em blacklists:

• Spamtraps;
• Envio de mensagens denunciadas por destinatários ou identificada como spam;
• Envio de mensagens com conteúdo malicioso;
• Sites com mailware (softwares maliciosos);
• Sites que disseminam vírus automaticamente.

O fato de seu IP ou domínio estar listado em uma blacklist não quer dizer que o envio de e-mails está bloqueado, isso depende do provedor de serviços de e-mail do destinatário. Em alguns casos as mensagens irão para a caixa de spam ou quarentena, em outros casos poderão ser rejeitadas não sendo recebidas nem mesmo no lixo eletrônico.

Da mesma forma, entrar em uma blacklist não significa automaticamente que o remetente não é legítimo. Pode-se ocorrer um engano, um falso positivo ou uma inclusão por mal uso de terceiros.

Como evitar entrar em blacklists

Seguem abaixo dicas úteis para se evitar problemas com blacklists:

• Evite usar listas de e-mail questionáveis. Não utilize extratores para obter e-mails aleatoriamente na internet, nem compre listas de contatos de terceiros.
• Utilize base de dados com e-mails opt-in, quem opta em receber suas mensagens dificilmente irá lhe reportar como spammer, a menos que seja por maldade.
• Não envie novos e-mails para quem se já descadastrou uma vez de suas listas, isso pode irritar o destinatário e motivar a denúncia.
• Suprima os endereços dos destinatários que se queixaram ou denunciaram, evitando que sejam enviados e-mails novamente para estes endereços quando se estiver enviando campanhas para outras listas em que o endereço possa estar presente.
• Retire da base de contatos os e-mails que nunca interagiram com nenhuma campanha enviada nos últimos 6 meses. Endereços de e-mail abandonados por destinatários podem ser transformados em spamtraps do tipo recycle.
• Esteja sempre em conformidade com o Código de Autorregulamentação para a Prática de E-mail Marketing.

Saindo da blacklist

Se o seu IP ou domínio caiu em alguma blacklist, o desbloqueio pode ser solicitado junto à entidade responsável pela lista em questão. Geralmente, é preenchido um formulário com os dados da empresa que hospeda o servidor de e-mails, e informações sobre os procedimentos efetuados para a solução do problema. Algumas listas, porém, não possuem a opção de solicitar o desbloqueio (delist), sendo necessário aguardar que o mesmo seja feito automaticamente após um período sem novas denúncias feitas por spamtraps ou destinatários, ou pagar para que seja liberado de imediato.

Após sair da blacklist, caso não efetue uma adequada higienização de suas bases de contatos, irá se tornar reincidente e acabar sendo incluso novamente na blacklist. Caso seja reincidente muitas vezes e tenha solicitado várias vezes para sair da lista, corre o risco de ser bloqueado permanentemente.

Barracuda Lookup



Links relacionados:

Newsletter

Inscreva-se para receber notícias e artigos sobre e-mail marketing.


* Nome
* E-mail

Twitter